• Rua Goiás, 60 • Agua Verde • Curitiba • Paraná
  • (41) 3029-0099
  • atendimento@drmichelrubin.com.br
  • Acuidade visual a laser

    Este exame avalia como está a visão geral do paciente. Ajuda a mostrar um diagnóstico da visão de pacientes que vão se submeter à cirurgias ou que não tenham melhora da visão, mesmo depois de tratar o grau indicado.

  • Avaliação da sensibilidade de cores e contraste

    Avalia a presença de discromatopsia (daltonismo) e a sensibilidade ao contraste que pode estar diminuída em algumas patologias.

  • Avaliação de vias lacrimais (olho seco)

    Avalia se as vias lacrimais estão  funcionantes e o local de uma eventual obstrução. No teste de olho seco é avaliado o tempo que a lágrima leva para evaporar e a quantidade de lágrima produzida, diagnostica e diferencia os tipos distintos de olho seco existentes.

  • Biometria - IOL MASTER

    Calcula o valor da lente intra-ocular para uma cirurgia de catarata.

    Contamos com moderno e preciso equipamento da Zeiss IOL Master, tecnologia que proporciona conforto e precisão.

  • Biomicroscopia de Fundo

    Permite avaliar detalhes do exame de fundo de olho.

  • Campo Visual Computadorizado

    Dispomos do mais preciso e conceituado campo visual, o Humphrey da Zeiss. Verifica defeitos no campo de visão, sendo útil para o diagnóstico e também seguimento de glaucoma. Possuí indicação também, para certas afecções neurológicas e monitorização de maculopatias.

  • Capsulotomia com Yag Laser

    Procedimento realizado com Yag Laser, indolor e rápido que faz uma “limpeza” da opacidade que pode estar presente após uma cirurgia de catarata. Com este procedimento há uma melhora rápida da acuidade visual.

  • Curva tensional diária

    São realizadas medidas da pressão intra-ocular, em diferentes horários, através do tonômetro mais confiável e preciso, que é o tonômetro de Goldmann. É necessário passar a manhã e o início da tarde para sua realização.

  • Estereo foto de papila

    Útil no diagnostico e acompanhamento das patologias do nervo ótico e do glaucoma. É realizado por meio de imagens do fundo do olho, que permitem a visualização tridimensional do nervo ótico.

  • Exoftalmometria

    É realizada avaliação órbito-palpebral e medida a distância dos seus olhos a órbita, através de um instrumento chamado exoftalmômetro de Hetzel.

  • Foto do segmento anterior

    Realizada foto difusa e segmentar detalhada do segmento anterior dos olhos, através de lâmpada de fenda digital. É usado para o registro e acompanhamento clínico.

  • Gonioscopia

    Avalia o ângulo de drenagem, que pode ser aberto ou fechado. Glaucomas com ângulo fechado costumam ser mais agressivos e podem se beneficiar de um tratamento a laser chamado iridectomia ou mesmo de uma cirurgia precoce de catarata, que tende a abrir este ângulo. Permite ainda avaliar diversas alterações, que podem fazer o diagnóstico de diferentes tipos de glaucoma, os quais podem requerer tratamentos específicos.

  • Iridectomia a laser

    Neste procedimento é realizado um furo microscópico no colorido do olho (íris), que visa evitar uma crise de glaucoma aguda em olhos predispostos ou mesmo tratar uma crise já instaurada.

  • Mapeamento de retina

    Avalia a retina como um todo, inclusive em sua periferia. Tem indicação em diversas patologias, como hipertensão, diabetes e trauma, por exemplo. É necessário dilatação da pupila, o que pode deixar sua visão embaçada o restante do dia.

  • Microscopia Especular de Córnea

    Faz a contagem das células endoteliais da córnea e verificar sua forma e tamanho. Possuí importância como exame pré-operatório para cirurgia de catarata, cirurgia refrativa, acompanhamento para uso de lentes de contato e alterações na córnea.

  • Motilidade Ocular Extrínseca

    Avalia a movimentação ocular, alterações podem estar presentes em estrabismos e afecções neurológicas.

  • OCT - Tomografia de Coerência Ótica

    Exame destinada a verificar com detalhes estruturas da retina e córnea. Apresenta indicações em lesões de córnea, retinopatia diabética, hipertensiva, oclusões vasculares, edema macular, degeneração da retina (DMRI) e glaucoma.

  • Paquimetria

    Verifica a espessura da porção central da córnea. Utilizado principalmente em pacientes suspeitos ou com glaucoma, suspeitos de ceratocone e em avaliação para cirurgia refrativa.

  • Retinografia

    É uma documentação fotográfica da parte central da retina. Permite comparações futuras para avaliar alterações. Exame de utilidade na retinopatia diabética, hipertensiva e degeneração macular por exemplo.

  • Teste de adaptação de lentes de contato

    Através da avaliação clínica e exames complementares, é realizada a indicação da lente de contato específica para cada paciente, seguido de treinamento teórico e prático para o uso de lentes de contato com segurança.

  • Teste provocativo para glaucoma

    Exame que usa de meios de provocação para verificar os níveis de pressão intraocular. Utilizado para o diagnóstico e o acompanhamento de glaucoma.

  • Tonometria de aplanação

    É a medida da pressão intra-ocular, que pode estar elevada em algumas doenças, como o Glaucoma. A pressão ocular ideal é algo muito individual, somente com um acompanhamento regular, seu médico poderá estabelecer um alvo pressórico para seu caso, que também poderá se modificar ao longo do tempo.

  • Topografia ou Ceratoscopia

    Avalia o mapa de relevo da curvatura da córnea. Apresenta utilidade na adaptação de lente de contato, pré-operatório de cirurgia de catarata e refrativa, avaliação para diagnóstico e progressão de ceratocone.

Open chat